ISBN 978-85-67362-10-6
Formato 16 x 23 cm - 352 pgs.
Acabamento Brochura
Preço R$ 68,50

A Revolução da Cerveja Artesanal

Autor Steve Hindy

Como um grupo de microcervejeiros está transformando a bebida mais apreciada do mundo.

Nos últimos cinquenta anos, o consumo de cerveja artesanal passou por um crescimento gigantesco. Nas décadas de 1960 e 1970, alguns iconoclastas criaram a base para a revolução das cervejas artesanais, em defesa de uma cerveja forte, saborosa, com 100% de malte, que desafiava a lager leve das marcas tradicionais. Juntos, os cervejeiros que seguiram seus passos mudariam o modo como as pessoas pensam e bebem cerveja.

Esses novos fabricantes restabeleceram a bebida em seu devido lugar, ou seja, como um produto de fabricação local, que diz algo sobre sua cidade e região. Hoje existem mais de 2.700 cervejarias artesanais nos Estados Unidos, enquanto mais outras 1.500 estão surgindo; e a influência da cerveja artesanal norte-americana chegou às grandes nações cervejeiras, incluindo o Brasil.

Neste livro, o  cofundador da pioneira Brooklyn Brewery, conta histórias dos bastidores de empreendimentos como Samuel Adams, Deschutes Brewery, New Belgium e Dogfish Head, de seus locais de origem às disputas desiguais com as grandes cervejarias, além das complicadas leis que ajudaram, mas também atrapalharam, esses microempresários. Trata dos mais variados modelos e estratégias de marketing que ajudaram esse segmento a conquistar 10% do mercado de cerveja dos EUA.

Dar importância não só a ingredientes e processos, mas também às histórias por trás dessas empresas é inspirador. Steve Hindy retrata como cervejeiros lidaram com disputas internas, resolveram suas diferenças e acabaram fundando uma organização comercial com poder suficiente para enfrentar os conglomerados internacionais. Com pessoas marcantes e coragem de sobra, A revolução da cerveja artesanal é a narrativa completa de uma grande história de empreendedorismo.

Steve Hindy

Co-fundador e presidente da Brooklyn Brewery, uma das vintes maiores cervejarias dos nos Estados Unidos. Como jornalista, atuou como correspondente em Beirute, no Líbano, para a Associated Press. Ele e sua cervejaria já foram assunto do The New York Times, New York Post, CNN, The Huffington Post e de diversos blogs e publicações especializados. Hindy é membro do conselho do Instituto de Cerveja e da Associação dos Produtores de Cerveja. Mora no Brooklyn, Nova York.